Conheça os maiores patrocínios esportivos do futebol mundial

 

Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo
O Flamengo terá a camisa mais valiosa do futebol brasileiro em 2017 – Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo

No último final de semana, o Flamengo fechou um patrocínio histórico para o futebol nacional. Com o acordo com a tailandesa Carabao, bebida energética que já patrocina o Reading FC e o Chelsea, o Rubro-negro receberá R$ 15 milhões em seu primeiro ano de contrato (em um total de seis) para ter o novo parceiro nas mangas do “Manto Sagrado”. Depois, a Carabao desembolsará R$ 35 milhões anuais para ficar na área mais nobre, o patrocínio máster, no peito. E mais, o Fla ainda poderá receber porcentagem por cada produto vendido pela empresa, o que poderá aumentar os números estimados.

Assim, a camisa do Flamengo começa a temporada de 2017 valendo R$ 93.5 milhões, somando: R$ 15 milhões da Carabao (mangas somente em 2017), R$ 36.5 milhões da adidas, R$ 25 milhões da Caixa, R$ 7 milhões da MRV, R$ 6 milhões da Yes! (barra) e R$ 4 milhões da TIM. Segundo o site Extra, há ainda a possibilidade do valor da Caixa ser aumentado para R$ 30 milhões, por conta da maior exposição prevista para 2017, o que aumentaria ainda mais o valor do uniforme do Fla, transformando-o, assim, no mais valioso do país.

Foto: Divulgação Real Madrid
Hoje, a camisa mais valiosa do mundo, segundo a Forbes, é a do Real Madrid – Foto: Divulgação Real Madrid

Atualmente, os números de 2016 mostram os seguintes clubes com as camisas mais valiosas:

– Palmeiras (Recebendo cerca de R$ 60 milhões)

– Corinthians (Recebendo R$ 30 milhões apenas da Caixa)

– Internacional e Grêmio (Recendo R$ 12,9 milhões do banco Banrisul)

Realmente, as novas cifras do futebol nacional são de animar qualquer torcedor, mas isso é por que você ainda não viu quanto recebem as equipes mais ricas do mundo.

Segunda a revista Forbes (números da temporada passada), o Real Madrid, a equipe que mais ganha com patrocínios, recebe, nada mais, nada menos, que US$ 220 milhões/ano.

Material esportivo: Adidas, US$ 158 milhões/ano

Uniforme: Emirates, US$ 34 milhões/ano

Naming Rights no Estádio: United Arab Emirates, US$ 28 milhões/ano

Total: US$ 220 milhões/ano

O Manchester United, segundo na lista, recebe US$ 209 milhões/ano.

Material esportivo: Adidas, US$ 107 milhões/ano

Uniforme: Chevrolet, US$ 80 milhões/ano

Naming Rights no Estádio: Aon, US$ 22 milhões/ano

Total: US$ 209 milhões/ano

O terceiro é o Bayern de Munique, com US$ 111 milhões/ano.

Material esportivo: Adidas, US$ 68 milhões/ano

Uniforme: Deutsche Telekom, US$ 34 milhões/ano

Naming Rights no Estádio: Allianz, US$ 9 milhões/ano

Total: US$ 111 milhões/ano

Restante dos TOPs em patrocínios na Europa:

CHELSEA

Material esportivo: Adidas, US$ 41 milhões/ano

Uniforme: Yokohama Rubber, US$ 57 milhões/ano

Naming Rights no Estádio: não tem

Total: US$ 99 milhões/ano

ARSENAL

Material esportivo: Puma, US$ 43 milhões/ano

Uniforme e Naming Rights no estádio: Emirates, US$ 43 milhões/ano

Total: US$ 86 milhões/ano

BARCELONA

Material esportivo: Nike, $40 milhões/ano

Uniforme: Qatar Sports Investments e Intel, US$ 41 milhões/ano

Naming Rights no Estádio: não tem

Total: US$ 81 milhões/ano