EURO 2016: Os destaques de cada um dos classificados

A Copa do Mundo sem Brasil e Argentina conheceu 20 de seus 24 participantes nesta terça-feira (13). A Eurocopa de 2016 promete. Na França, se enfrentarão campeãs mundiais e aspirantes a grandes times, como a famosa “Geração Belga”, que por sinal, conseguiu um grande feito: chegar ao 1º lugar do Ranking da FIFA sem nunca ter vencido uma Copa ou Eurocopa.

Nós do SAÍDA DE BOLA, portanto, resolvemos fazer um resumão desta eliminatória que teve algumas surpresas, como a não classificação da Holanda, a ótima campanha de Islândia, País de Gales e Áustria, além dos 100% da Inglaterra.

Primeiramente, vamos aos números da competição:

Total de seleções: 53

Melhor campanha: Inglaterra (100% de aproveitamento: 10 vitórias em 10 jogos)

Pior campanha: Gibraltar (0% de aproveitamento: 10 derrotas em 10 jogos/ saldo de gols de -54). OBS: Menção honrosa a Andorra, também com 0% de aproveitamento, porém com um saldo de -32 gols.

Melhor ataque: Polônia (33 gols)

Melhor defesa: Romênia ( 2 gols sofridos)

Melhor saldo de gols – Inglaterra (+28 gols)

Artilheiro – Robert Lewandoswski – 13 gols marcados

 DESTAQUES DE CADA GRUPO:

GRUPO A:

1º República Tcheca – (22 pontos, 10 Jogos (7 Vitórias, 1 Empate, 2 Derrotas), Gols Pró: 19, Saldo de Gol: 5) – Destaque: Só perdeu um jogo fora de casa, inclusive, fora de seus domínios, eliminou a Holanda, que era favorita no grupo.

2º Islândia – (20 pontos, 10 Jogos (6 Vitórias, 2 Empates e 2 Derrotas), Gols Pró: 16, Saldo de Gols: 10) – Destaque: Não foi batida em casa e teve como principal jogador o meia Sigurdsson, do Swansea City, equipe galesa que joga a Premier League (Campeonato Inglês).

3º Turquia –  (melhor terceira colocada) – 18 pontos, 10 jogos (5 Vitórias, 3 Emapates e 2 Vitórias), Gols Pró:14, Saldo de Gols: 5) – Destaque: Se classificou como melhor terceiro colocado e só perdeu nas duas primeiras rodadas.

GRUPO B:

Bélgica – (23 pontos, 10 Jogos ( 7V, 2E, 1D), GP 24, SG 19).

Destaque: Chegou à liderança do Ranking da FIFA de seleções e tem nesta geração, a esperança de conquistar um título. Eden Hazard e Kevin De Bruyne foram os artilheiros do time, com cinco gols cada.

País de Gales – (21 pontos, 10 Jogos (6V, 3E, 1D), GP 11, SG 4)

Destaque: Gareth Bale marcou sete de seus 11 gols. Além da classificação histórica (a primeira do país para esta fase da competição), a força de sua defesa ficou evidenciada. O contra-ataque com a velocidade de Bale é sua arma.

GRUPO C:

Espanha – (27 pontos, 10 Jogos (9V, 0E, 1D), GP 23, SG 20)

Destaque: Mesmo passando por uma fase de renovação, passou com facilidade. O destaque ficou para Paco Alcacer, do Valência, um dos que lutam por uma vaga no ataque. Ele foi o artilheiro do time com cinco gols.

Eslováquia – (22 pontos, 10 Jogos (7V, 1E, 2D), GP 17, SG 9)

Destaque: Como tem sido durante os últimos anos, o meia do Napoli-IT, Hamsik segue como o principal nome e comandante do time.

GRUPO D:

Alemanha – (22 pontos, 10 Jogos (7V, 1E, 2D) GP 22, SG 15)

Destaque: Thomas Muller foi o vice-artilheiro das eliminatórias com nove gols. A equipe também chamou a atenção por ter tido dificuldade com a Irlanda (sendo derrotada e empatando em casa)

Polônia – (21 pontos, 10 Jogos (6V, 3E, 1D) GP 33, SG 23)

Destaque: Lewandoswski. Nada mais a declarar. 13 gols em 10 jogos, comandando o melhor ataque do torneio.

GRUPO E:

Inglaterra – (30 pontos, 10 jogos (10V 0E, 0D) GP 31, SG 28)

Destaque: Com mais uma renovação em curso, fez o dever de casa em um grupo fácil. 100% e boas partidas de Rooney, que se tornou o maior artilheiro da seleção, Kane, Welbeck e Walcott .

Suíça – (21 pontos, 10 jogos (7V, 0E, 3D) GP 24, SG 16

Destaque: Apesar de ainda ter uma defesa respeitável, o ataque se destacou aplicando uma das maiores goleadas das eliminatórias. Contra a fraca seleção de San Marino, foram 7 gols.

GRUPO F:

Irlanda do Norte – (21 pontos, 10 Jogos (6V 3E 1D) GP 16,  SG 8)

Destaque: Apenas uma derrota na competição e fora de casa, contra a Romênia. O cara foi Kyle Lafferty, seu artilheiro com seis gols. Ele atua na Premier League, no Norwich.

Romênia – (20 pontos, 10 jogos (5V 5E 0D) GP 11 SG 9

Destaque: Melhor defesa da competição com apenas dois gols sofridos e não teve nenhuma derrota.

GRUPO G:

Áustria- (28 pontos, 10 Jogos ( 9V 1E 0D – GP 22, SG 17)

Destaque: Mais uma seleção que não foi batida. Mark Janko, atacante do Basel, foi o destaque com sete gols. Outro que merece ser lembrado foi Alaba, o polivalente jogador do Bayer de Munique, que fez quatro gols.

Rússia – (20 jogos (6V 2E 2D – GP, 21 SG 16)

Destaque: A seleção da casa da próxima Copa do Mundo mais uma vez não foi tão bem como esperado. Em campo, o destaque foi Dzyuba, com oito gols.

GRUPO H:

Itália- ( 24 pontos, 10 jogos (7 vitórias  3E  0D) – GP 16, SG 9

Destaque: Não foi derrotada em nenhum jogo e nas últimas quatro partidas, foram quatro vitórias. O atacante do Southampton se tornou a esperança de gols na Azzurra, Graziano Pellè.

Croácia – ( 20 pontos, 10 jogos 6 vitórias 3E 1D – GP 26, SG 15

Destaque: Foi ameaçada pela Noruega, mas conseguiu avançar e segue com um time com um setor de meio-campo forte.

GRUPO I:

Portugal – (21 pontos, 8 jogos  (7V 0E 1D) – GP 11, SG 6

Destaque: Terminou líder, mas não fez atuações convincentes na maioria dos jogos. João Moutinho terminou as eliminatórias como destaque, marcando golaços.

Albânia – (14 pontos, 8 jogos (4V 2E 2D) – GP 8, SG 5

Destaque: Além da classificação histórica, ficou marcada pelo “confronto” político com a Sérvia, e a fatídica partida onde um drone invadiu o campo com a bandeira da Albânia, provocando uma confusão generalizada e punição por parte da Uefa.

REPESCAGEM:

As seleções que se classificaram para a repescagem, por terem ficado em terceiro de seus respectivos grupos foram: Bósnia, Ucrânia, Irlanda, Eslovênia, Hungria, Suécia, Noruega e Dinamarca. A Uefa irá sortear no dia 18 de outubro os confrontos que serão disputados em jogos de ida e volta. Quatro seleções avançam para a Euro 2016.

FOTO: Site oficial da Federação Belga de Futebol/ Divulgação