“Lei do ex” quebra tabu

Foto: Nelson Perez/ Fluminense
Richarlison e Fred, ex-América-MG, definiram a parada na primeira rodada do BR-16 (Foto: Nelson Perez/ Fluminense)

A pedra no sapato do Fluminense tinha nome: América-MG. Eram oito partidas contra o Coelho em campeonatos brasileiros e nenhuma vitória do Tricolor.

Para o jogo no Independência, o Fluminense vinha de uma boa vitória contra a Ferroviária pela Copa do Brasil. O América-MG, de um título campeão mineiro. No fim, quem se deu melhor foi o campeão da Primeira Liga.

Mas como toda partida de futebol, são detalhes que chamam a atenção. E, mais uma vez, foi a chamada ‘lei do ex’ que entrou em ação para quebrar o tabu.

Aos 38 minutos do primeiro tempo, o goleiro americano rebateu o chute de Oswaldo. Richarlison buscou a bola que saía pela linha de fundo, e deu nos pés de Fred, que não perdoou e abriu o placar, que se manteve assim até o fim.

Richarlison, que chegou ao Tricolor vindo do próprio América-MG. Fred, que é cria do Coelho.

E assim surgia mais uma história daquelas que sempre o futebol proporciona. Coube a dois ex-jogadores do América-MG, a tarefa de acabar com a hegemonia do time mineiro diante do Fluminense.

Ah, o futebol…

Saudações tricolores

Por: Marcelo Ribeiro

Foto: Nelson Perez/ Fluminense