Sobre o futebol colombiano.

(Foto: Divulgação Atlético Nacional)
O Atlético Nacional dominou o São Paulo na segunda etapa, antes mesmo da expulsão (Foto: Divulgação Atlético Nacional)

São dois títulos da Libertadores e sempre a sensação de um futebol leve, vistoso e às vezes até mesmo sem compromisso tático. O futebol colombiano faturou o principal torneio da América do Sul em 1989, com o próprio Atlético Nacional, algoz da noite desta quarta-feira (6) para o São Paulo, e com o Once Caldas, em 2004. E na primeira partida da semifinal entre os Verdolagas e o Tricolor Paulista o que se viu foi, além de um vacilo do capitão de R$ 22 milhões, a imposição de um estilo de jogo.

O São Paulo estava sem Ganso (e Kelvin), o meia que poderia ter igualado um pouco a disputa na faixa central do campo, e viu o Atlético Nacional tocar, tocar, tocar, pressionar, deixar o time em uma espécie de roda em alguns momentos do jogo, e depois, com um a menos, sucumbir ao “estio colombiano”. E isso antes mesmo da expulsão de Maicon. E o São Paulo pressionava na correria pelas pontas, algo que se tornou comum no “pobre” (pois comparado aos ‘primos’ sul-americanos, o Brasil ainda é bem rico financeiramente) futebol brasileiro.

Divulgação Atlético Nacional
O clube colombiano vem faturando títulos em seu país, e encantando com um futebol de toque de bola (Divulgação Atlético Nacional)

O Atlético Nacional viu seu time perder grandes peças para a semifinal da Libertadores, como o atacante Copete, agora, no Santos. E com um elenco quase 100% colombiano, a equipe que só foi derrota uma vez na competição, e nenhuma em seu estádio, se aproxima de uma classificação para final e reafirma: existe um “estilo de jogo” no país.

Se a seleção “encanta” quando “não vale nada”, o Atlético Nacional vem mostrando que o trabalho pode ser feito (lembrando, desde Osorio, que também esteve no São Paulo) em um longo prazo, e caso realmente passe, chega como favorito na grande final, seja contra o poderoso Boca Juniors, ou o surpreendente Independiente del Valle.

 Fotos: Divulgação site oficial Atlético Nacional